Tudo sobre custos de web design

Encontre tudo que você precisa sobre custos de web design para garantir sua presença online em 2022

Quando você está construindo a presença on-line da sua marca, os custos de web design podem crescer rapidamente. Enquanto você pode se virar apenas com uma conta de rede social gratuita, você também deve considerar ter um site para estabelecer sua marca de uma forma mais profissional.

Dependendo do segmento da sua empresa e quais os requisitos de automação necessário, como um e-commerce por exemplo, que precisa de meios de pagamento e frete. Esses custos variam consideravelmente dependendo da complexidade do site. Também precisamos mencionar que você pode construí-lo você mesmo ou contratar uma equipe de profissionais para ajudá-lo a ter uma exposição robusta nos mecanismos de busca.

Mas vamos por partes, primeiramente vamos ao básico da criação de um site

Há uma série de passos que precisam ser cumpridos na criação de um site. Isso inclui registrar um domínio, contratar uma empresa de hospedagem de sites, localizar um profissional para desenvolver o site ou fazê-lo você mesmo com ajuda de uma plataforma de construção de sites.

Você também pode precisar obter um certificado SSL se ele não estiver incluído no seu plano de hospedagem, além de outros complementos que você pode precisar, como um plug-in de e-commerce.

Ao construir um site, você pode utilizar plataformas grátis. Dito isso, há uma curva de aprendizado que pode ser um pouco difícil para você. No mundo moderno, investir tempo em uma habilidade que você não irá ter uma carreira futura pode ser algo caro.

Itens essenciais para criar um site

1. Registro de domínio

O domínio é o endereço na web onde será instalado o seu site e por onde os usuários irão acessá-lo depois de pronto. Por exemplo: melhoresmarcas.blog.br é o domínio de um blog desenvolvido por nós da Gauchaweb.

O registro de um domínio pode variar muito de preço já que algumas extensões internacionais podem custar até R$ 250,00, porém o preço médio para um domínio .com.br ou .com gira em torno de R$ 50,00. Algumas empresas de hospedagem oferecem o primeiro ano do domínio gratuitamente caso você contrate determinados planos.

2. Hospedagem de site

A hospedagem de sites é uma empresa que oferece um servidor ligado à web onde você irá instalar seu domínio e armazenar os arquivos do site. Outro serviço que será oferecido é o servidor de e-mails bem como as contas de e-mail que você precisará.

Um bom plano de hospedagem médio custa em torno de R$ 390,00 por ano. Se você tem muito tráfego web para o seu site, é melhor investir em um plano de hospedagem web mais robusto para garantir que seu site não caia. Existem servidores compartilhados e dedicados ao seu site. se o seu site crescer demais em acessos você poderá realizar um upgrade de plano. Um plano dedicado pode custar mais de R$ 1.000,00 por ano.

3. Desenvolvimento

Você poderá utilizar uma plataforma de sites grátis e não ter custo nenhum com o desenvolvimento, mas provavelmente seu site não terá um posicionamento adequado nos motores de busca como Google, Yahoo e Bing.

Uma forma de ter um site profissional, otimizado e ajustado é contratar um desenvolvedor para criar seu site da forma adequada. Esse serviço pode ter muita variação de valor e é possível encontrar preços entre R$ 1.000,00 e R$ 40.000,00. Isso mesmo, toda essa diferença. Mas isso se explica pela complexidade do projeto. Um blog de pesca esportiva terá um valor, já o site de um banco será muito mais complexo e terá necessidades de segurança avançadas. Os dois projetos poderão ter valores muito extremos.

Podemos afirmar que um preço médio para criar um site institucional gira em torno de R$ 3.000,00.

4. Certificado SSL

A certificação SSL significa que seus visitantes estão protegidos contra ataques cibernéticos indesejados. Alguns navegadores desviarão os usuários de sites sem certificação SSL com a mensagem: “Este site pode não ser seguro”. Para a maioria dos visitantes, isso é suficiente para até mesmo entrar no site.

O SSL também ajuda com o SEO e o fluxo de dados para o site. As taxas para SSL variam de grátis a cerca de R$ 1200,00 por ano. Alguns planos de hospedagem incluem este certificado sem custo adicional, então considere isso uma vantagem valiosa ao contratar uma boa hospedagem.

5. Plug-ins e complementos

Se você se inscreveu em uma plataforma de construção de sites, usando o WordPress ou procurando se aventurar no e-commerce, você provavelmente precisará de complementos. Esses plug-ins podem habilitar recursos como depoimentos na página, formulários de contato e assinaturas de boletins informativos, apenas para citar alguns.

Há muitas versões gratuitas, bem como plug-ins pagos. Caberá a você decidir em quais características vale a pena gastar dinheiro.

6. Administrador de conteúdo

Se você está planejando lançar um grande site, você pode precisar considerar a contratação de um administrador de conteúdo. Este indivíduo ou empresa irá carregar e atualizar conteúdo no site, e eles também podem lidar com suas mídias sociais que conduzirão o tráfego para ele. Pode ser um custo mensal caro, mas um site desatualizado pode impedir que potenciais clientes façam bons negócios com sua empresa.

7. SEO

Seu site precisa se classificar bem no Google e, infelizmente, isso não acontece por acaso. É preciso muito trabalho e conhecimento.

Se você está querendo classificar seu site na primeira página de SERPs, você pode precisar contratar um especialista em otimização de mecanismos de pesquisa (SEO).

Este profissional ajudará a recomendar conteúdo e quais palavras-chave você deseja classificar e fornecer relatórios mensais de como a estratégia está funcionando. Se você estiver usando o WordPress para publicar seu conteúdo, você terá muito mais flexibilidade, mas, também, os sites WordPress geralmente se classificam melhor no Google.

8. Imagens e vídeos

Outro custo associado à criação de um site é o trabalho artístico. Seja a imagem corporativa da sua empresa, fotos de produtos ou fotos de estilo de vida, essas imagens podem lhe custar algum investimento. Embora você possa acessar imagens livres de royalties, elas não irão diferenciar seu negócio da concorrência.

Se você puder, procure contratar um fotógrafo para tirar fotos de suas ofertas, contratar um designer gráfico ou assinar uma extensa biblioteca de gráficos como a FreePik. Como regra geral, certifique-se de que os profissionais que você contrata para ajudá-lo com o seu site saibam o que estão fazendo.

Considerações finais

Dependendo do tipo de projeto, se você precisa de atualizações e precisa de funcionalidade única, os custos de web design podem variar bastante. Se você está disposto a investir seu tempo para aprender novas habilidades, pode considerar uma plataforma grátis. Mas se você quer assistência profissional ou muita funcionalidade extra, os custos podem ser mais altos, porém o trabalho mais assertivo.

Gostou do nosso conteúdo sobre custos de web design? Então compartilhe ele em suas redes sociais. Se você precisa iniciar um site, blog ou comércio eletrônico, solicite orçamento enviando uma mensagem ou ligue (51) 99537-9296 ( VIVO / Whatsapp ). Siga Gauchaweb no Facebook ou e Gauchaweb no Instagram.

Deixe um comentário

Open chat
Precisa de um site?
Gauchaweb
Olá!
Precisa de um site, blog ou loja virtual?
Fale comigo agora...