Método AIDA: Saiba o que é e como ele pode ajudar suas estratégias de marketing

Há muito tempo, ainda no ano de 1896, o americano Elmer Levinson utilizou o Método AIDA para a agência de publicidade que gerenciava no estado da Filadélfia, nos Estados Unidos. 

Foi graças a essa nova metodologia implementada que ações diversas passaram a ganhar grande popularidade, pois contava com clientes de vários setores. 

O que Levinson não suspeitava era que o método AIDA continuaria relevante em pleno século XXI, pois ela é inspiração entre redatores, agências, profissionais de marketing e diretores de campanhas publicitárias por todo o mundo. 

Afinal, o que é o Método AIDA e como é possível aumentar as vendas de uma organização por meio dele?

Definição sobre o método AIDA

O método AIDA é uma técnica de vendas que resistiu ao teste do tempo e de milhões de campanhas publicitárias.

É capaz de influenciar, de forma efetiva, o consumidor, transformando o público-alvo em compradores e clientes regulares, de lenços de papel a fritadeira a gás e próximo da realidade econômica do cliente.

A fórmula clássica de AIDA consiste em 4 etapas de vendas, sendo elas:

  • Atenção;
  • Identificação;
  • Desejo;
  • Ação.

Basicamente, ao retratar essas etapas em um diagrama, o que se obtém é um funil de vendas na forma de um triângulo invertido. 

Muitas vezes essa técnica é encontrada como AIDA(S), onde o S é de Satisfação. Na verdade, essa é uma atualização do modelo clássico, projetado para fornecer uma base de clientes fiéis.

Nesse sentido, o trabalho está em andamento para criar um burburinho, ou mesmo para passar a mensagem no boca a boca, muito apreciado por Escritório contábil e outros modelos de negócio. 

Isso porque não é preciso pagar por conselhos de amigos, conhecidos ou familiares. Assim, para essa etapa, a tarefa é criar uma sensação de satisfação a partir da compra. 

Há também a sigla AID(M), onde a letra M significa Motivação para comprar. Normalmente, nessa fase de vendas, é colocado um gatilho motivador, que faz com que involuntariamente o consumidor decida pela compra.

O método AIDA na prática

O princípio de funcionamento desta técnica é extremamente simples: captar a atenção de um potencial comprador, fazer com que ele se interesse por uma proposta comercial de uma Assessoria contábil, formar o desejo de concluir um negócio e o desejo de fazê-lo.

Assim, o método AIDA é baseado na psicologia humana. Em todos os estágios de vendas, os profissionais de marketing colocam habilmente os gatilhos de vendas e usam vieses cognitivos. 

Isso serve para estimular o público a se inserir no funil de vendas, seguindo as 4 etapas do apresentadas pela estratégia de venda.

  1. Atenção

É preciso fazer que um lead, ou seja, um potencial cliente que precisa de desinfetantes hospitalares, por exemplo, preste atenção ao anúncio proposto pela empresa que presta esse tipo de serviço, por meio de diferentes peças publicitárias, como:

  • Anúncios em mídias físicas e digitais;
  • Banners e cartazes;
  • Intervalo comercial em rádio e TV;
  • Outdoors e busdoors.

Anúncios criativos e incomuns não são a única maneira de chamar a atenção. 

Além disso, a técnica pode contar com o anúncio de descontos e promoções, assim como ofertas generosas e a realização de um negócio realmente especial funciona bem. 

Isso permite que se possa, ao longo do caminho, impulsionar as vendas e acelerar o processo de fidelização de clientes.

  1. Interesse

A segunda etapa exige que essas ferramentas despertem interesse do consumidor, em que uma proposta de venda seja única e imperdível. 

Como regra, esse segundo passo das vendas da AIDA fala sobre a empresa ou o produto promovido.

Eles também colocam blocos de categoria em que é possível apelar para uma oferta imperdível, de forma que o consumidor não se arrependa da aquisição.

  1. Desejo

Essa etapa se mostra como uma das principais, pois é onde se apela para o lado psicológico humano. 

É preciso formar o desejo de possuir um produto, fazer parte de um grupo, ou apresentar todas as possibilidades de melhoria e status que os bens de consumo podem oferecer. 

Isso vale até mesmo para o setor B2B (Business To Business), em que uma empresa de  Chaves de segurança pode ser a principal fornecedora de uma fábrica e, assim, manter a integridade de produtos industrializados. 

Aqui, junto ao método AIDA, pressupõe-se que o profissional de marketing aponta os problemas reais do cliente, e apresenta a solução definitiva. 

Utilizando emoções positivas, é possível conscientizar o cliente das mudanças na vida após a aquisição do produto.

  1. Ação

A ação trata da parte final do funil de vendas, em que é preciso empurrar o consumidor frente ao desejo, ou seja, para que ele possa fazer a compra, no fim das contas. 

Essa fase final da venda exige uma chamada para realizar a ação direcionada, trata-se de uma etapa que acumula esforços anteriores e transforma o lead em cliente.

Apelo para desejo e aquisição

O método AIDA em marketing visa a compra por meio de padrões psicológicos de uma pessoa, mas não com base nas necessidades dos consumidores. 

Sendo assim, a publicidade da AIDA motiva ações relacionadas por meio de emoções positivas. Ou seja, é importante garantir que o potencial cliente se sinta dono do produto como uma Câmara fria de mercado, depois de conhecê-lo.

De acordo com a fórmula AIDA, somente após conhecer o produto é que o comprador deseja entrar em contato com o vendedor. 

Após se reconhecer como dono de algum bem, mesmo que por um momento, a pessoa procura um meio de adquiri-lo. E ele fará isso, porque agora esse benefício está ausente, e a empresa está dando a oportunidade de ter acesso e tomar para si um produto ou serviço.

A partir de então, o lead está pronto para entrar em contato, pagar pelo produto e ficar satisfeito com a aquisição. 

Importante: é preciso seguir uma sequência estrita. Ignorar ou negligenciar uma etapa da venda prejudica a integridade da técnica AIDA. 

A oferta de serviços de Manutenção industrial realizada utilizando esse método só se mostra efetiva se o modelo funcionar para o público-alvo. 

Com isso, tal publicidade é precedida por uma formação minuciosa de um retrato do público-alvo, tendo as ferramentas e estratégias da publicidade direcionadas para ajudar na jornada de compra e no funil de vendas.

As vantagens e desvantagens do método AIDA

Assim como outras técnicas presentes no mundo da publicidade, o método AIDA possui as peculiaridades, o que leva a vantagens e desvantagens que não podem ser ignoradas. 

  1. Vantagens

É um método que apresenta versatilidade e simplicidade, podendo ser aplicado em todas as áreas do marketing para construir uma base sólida de vendas por meio dessa fórmula.

Os resultados se apresentam em um curto espaço de tempo, sendo fácil acompanhar a eficácia de cada etapa de vendas. Para isso, basta determinar as principais métricas e KPIs (Key Performance Indicator) conforme as características necessárias.

Outra vantagem é que abre espaço para a criatividade publicitária, levando em consideração que cada etapa é uma tarefa diferente. 

Para atrair a atenção, são criados anúncios criativos que confundem a imaginação. E o apelo à ação inclui não apenas as vendas, mas também a multiplicação da geração de leads.

A combinação de todos os tipos de gatilhos e slogans permite que se experimente e, por conseguinte, desenvolva constantemente para a direção certa.

Além disso, os resultados falam muito sobre o que funciona bem na estratégia de marketing e onde há áreas que podem ser exploradas e proporcionar maior crescimento.

  1. Desvantagens

Como nem tudo é perfeito, o método AIDA não é uma exceção, pois tem ao menos duas desvantagens que valem a pena serem destacadas. 

A primeira é que, apesar de mais de um século de envelhecimento, até mesmo métodos comprovados se tornam obsoletos e ineficazes, principalmente se as regras não forem seguidas de forma estrita, ou aperfeiçoadas conforme os novos cenários e enecessidades. 

A segunda é que o método AIDA não é adequado para empresas que vendem bens de consumo caro, ou que se destinam a um círculo restrito de pessoas. 

Conclusão

Para entender que há grandes mudanças em todo o cenário de mídia, tanto online quanto offline a partir do século XXI, é essencial que todas as empresas se adaptem e se mostrem reativas às mudanças no comportamento do consumidor. 

É vital continuar a direcionar o público e estar à frente por busca de soluções, porque, se não o fizer, é provável que o consumidor diminua o interesse e passe a atenção para os concorrentes que estão criando estratégias e as aplicando de maneira eficaz. 

Principalmente nos meios digitais, o mais recomendado é a combinação de canais de marketing para atrair os usuários em toda a jornada de compra e compartilhar o tráfego de um lado para o outro e, assim, maximizar aqueles que afunilam no estágio de ação do método AIDA.

A aplicação de todo esse conhecimento vai melhorar a estratégia de marketing de decoração apartamento a outros estabelecimentos comerciais, tornando relevante toda a eficiência e facilidade de uso desse modelo apresentado. 

Por fim, vale lembrar que as vendas da AIDA não visam identificar necessidades, mas são projetadas para trabalhar com um público-alvo pronto. Afinal, ele é projetado para persuadir o consumidor a fazer uma compra. 

Quem não viola a integridade dessa técnica de vendas vai aumentar a receita e os lucros, encaminhando a marca para o sucesso no mercado consumidor. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Gostou do nosso conteúdo sobre Método Aida? Então compartilhe ele em suas redes sociais. Se você precisa iniciar um site, blog ou comércio eletrônico, solicite orçamento enviando uma mensagem ou ligue (51) 99537-9296 ( VIVO / Whatsapp ). Siga Gauchaweb no Facebook ou e Gauchaweb no Instagram.

Deixe um comentário

Open chat
Precisa de um site?
Gauchaweb
Olá!
Precisa de um site, blog ou loja virtual?
Fale comigo agora...