Internet das coisas é mais uma oportunidade de marketing

internet das coisas é mais uma oportunidade de marketing

Estamos no limiar de uma nova era, a implantação da rede 5g de dados móveis trará mais uma ferramenta de marketing. Saiba como as coisas poderão enviar mensagens comerciais aos seus proprietários.

As ferramentas de marketing evoluem mais rápido, o interesse por trás das inúmeras iniciativas mundo afora, traduzem bem o foco em vendas de todo o mercado, é correto afirmar que a velocidade do avanço tecnológico está mais relacionado com o potencial de vendas do que com o interesse do consumidor final.

O avanço da velocidade das redes de dados está mais na linha de interesse dos departamentos comerciais das empresas do que, por exemplo,  o interesse em fornecer um vídeo pelo youtube com maior resolução e sem nenhum delay. Então o recente lançamento da rede de dados 5G, abre uma nova janela de oportunidades de vendas, pois já prevê a implantação da internet das coisas, onde tentarei explicar melhor, do que se trata isto, no texto de hoje.

Internet das coisas: Onde as coisas é que irão te vender

Vamos estabelecer o que são essas tais coisas ligadas na internet, também conhecido como mercado IOT. Bem as coisas são de forma bem simples tudo que é ligado na tomada, podemos listar uma infinidade de itens da casa, nas ruas do seu bairro e na estrutura da sua empresa.

E o que será que esta coisa fará? Que já não faz hoje? Bem, as coisas serão peças no ferramental de marketing. Primeira novidade da futura geração de dispositivos conectados na internet, será a implementação da conversação, sim, você conversará com a sua geladeira, ela irá te recomendar várias ações a serem tomadas, como por exemplo sugerir uma revisão anual no sistema de refrigeração, criando automaticamente um chamado de serviço técnico no revendedor mais próximo, que pode ser atendido por uma transportadora de motos

Então o processo de acionamento de coisas pela voz é de duplo sentido, você poderá regular a temperatura da geladeira por comando de voz, e da mesma forma a geladeira, como citado no exemplo, lhe enviará instruções de compras diversas, que vão desde o acionamento de revisões periódicas do equipamento até sugestões de compras de produtos para reabastecimento.

Grandes empresas com certeza irão promover bons acordos com a indústria de geladeiras conectadas, para saber os itens que estão dentro da sua geladeira e sugerir um reabastecimento automático, ou melhor, trocando as marcas dos itens, para quem pagar mais pela sugestiva propaganda emitida pela a geladeira que você comprou.

A sua geladeira conectada oferecerá um portal de acesso, ao seu perfil de consumo, às principais indústrias de alimentos do mundo, se esta vantagem estará ao lado do consumidor? Pouco provável.

Internet das coisas: Nova ferramenta de marketing

Um importante setor econômico que já está aproveitando este avanço tecnológico,é o de logística, os caminhões que promovem o serviço de entregas em todas as cidades do Brasil, já saem de fábrica monitorados pela internet, seja por via de dispositivos instalados operando na rede de dados 4G ou por conexão com satélites.

Quando o cliente pergunta:- Quanto custa transportar um veículo de um estado para outro, quem responde esta pergunta já não são mais os valorosos vendedores das empresas transportadoras de veículos, é um software que apoiado por referência promovida por GPS, calcula o custo automaticamente e já responde por comando de voz ao cliente que perguntou.

Esta resposta é promovida ou por meio de assistentes digitais instalados em cada celular que existe no mundo ou por dispositivos de voz de automação residencial, como o Alexa ou o Google Nest. Então o uso de buscadores nos celulares está migrando para as coisas, para justamente segmentar mais as respostas às questões dos clientes.

É um esforço diário das grande empresas de tecnologia detectar o real interesse do cliente e entregar uma mensagem muito efetiva, entregar a informação exata que o cliente deseja é o alvo das ações diárias dos sistemas de busca, agora se essa busca parte de uma coisa, automaticamente segmenta o interesse, criando um efetividade na resposta sem precedentes. Quem está falando com a geladeira, está falando com a geladeira, então perceba, o assunto já está definido. A geladeira não irá retornar um assunto qualquer, que não seja relacionado a ela.

Internet das coisas: Casa inteligente

Imobiliária em Goiânia, já vem experimentando por exemplo a procura de clientes por imóveis inteligentes, os corretores de vendas de imóveis estão percebendo que oferecer uma casa com infraestrutura conectada à internet, passa de ser uma situação de ficção científica à diferencial de vendas.

As vantagens são óbvias, se um item da sua casa pode lhe avisar antecipadamente que seu sistema está prestes a apresentar uma falha, e providenciar uma solução, otimiza muito o tempo do seu proprietário. Coisas conectadas na internet, por meio de uma casa inteligente, não pretendem ser mais um assunto de gerenciamento humano, será tudo automático, para ampliação de eficiência do imóvel.

Em tempos de custos crescentes de fornecimento de energia, é já conhecido que as empresas distribuidoras oferecem preços menores em determinados horários durante o dia ou à noite, então os dispositivos inteligentes podem gerenciar melhor a energia, aumentando o consumo durante as promoções de custos em energia durante o mês, para melhor gestão das empresas de mudanças de Brasília

Se hoje a coisa não conectada, que ligada a tomada funciona sem parar, pode acrescentar mais esta questão de gerenciamento de eficiência energética como diferencial de mercado, somando todos os itens de casa, pode-se obter uma significativa redução de consumo em energia, mensalmente.

Marketing nas coisas: Prepare-se para o futuro

Acredito que no texto, esta visão de possibilidades para o futuro ficou um pouco mais clara, para quem trabalha com marketing, ou em qualquer outro segmento, é bom ficar antenado nas novidades que estão para ser lançadas, antecipar-se a uma tendência é o pilar do sucesso empreendedor. Resistir às novidades é uma ação anti-empreendedora, mesmo assim na história das grandes empresas pelo mundo, está lotado de casos de perda do timing, que encerrou iniciativas milionárias da noite para o dia, mantenha-se informado sobre as novidades e garanta seu diferencial de mercado.

Considerações finais

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe da Experta Média para o Blog Gauchaweb.

Gostou do nosso conteúdo sobre a internet das coisas? Então compartilhe ele em suas redes sociais. Se você precisa iniciar um site, blog ou comércio eletrônico, solicite orçamento enviando uma mensagem ou ligue (51) 99537-9296 ( VIVO / Whatsapp ). Siga Gauchaweb no Facebook ou e Gauchaweb no Instagram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *