Instagram também pode render dinheiro

Divulgação de marcas e negócios on-line com pequenas e médias empresas é uma das formas de faturar com o aplicativo.

Atividades como anúncios de produtos ou serviços, divulgação de marcas e negócios on-line com pequenas e médias empresas são algumas formas de ganhar dinheiro com o Instagram. A plataforma conta com mais de um bilhão de usuários ativos por mês e tem, pelo menos, 500 milhões de acessos diários.

De acordo como Instagram Business, 60% das pessoas utilizam a ferramenta para achar novos produtos e 90% delas são seguidoras de alguma marca. Os dados também indicam que a rede social é amplamente usada por empresas que desejam promover relacionamento com o público e conquistar novos clientes.

Usuários que querem divulgar negócios em seus perfis podem encontrar no Instagram uma fonte de renda. As marcas perceberam, no sucesso dos influenciadores digitais, que usuários comuns podem anunciar seus produtos e serviços. 

Com o crescimento do e-commerce, as mídias digitais passam a ser interfaces para vendas, como ressaltado em levantamento feito pelo Hootsuite. Segundo o estudo, 51,4% dos profissionais de marketing entrevistados ​​planejam aumentar gastos com mídia social em 2022.

Diversas são as possibilidades de faturar com o Instagram, mas é importante ter em mente que a plataforma não paga diretamente aos usuários pelos posts. Para monetizar na rede social, vale conhecer a maneira que os trâmites de negociação entre empresas e influenciadores funcionam, além de apostar nas melhores dicas de como gerar renda por meio da ferramenta.

Engajamento pode fazer a diferença

A principal forma de remuneração pelo Instagram se dá por meio de acordos entre marcas interessadas em comunicar com o público da rede sociais e influenciadores que fazem postagens patrocinadas, anunciando serviços e produtos do cliente. Portanto, trata-se de uma ação publicitária, em que os valores pagos pelas empresas aos produtores de conteúdo variam conforme o número de seguidores e o engajamento – curtidas, comentários e compartilhamentos – de cada perfil.

Na prática, influenciadores negociam espaços em suas publicações para peças publicitárias das empresas parceiras. As marcas acreditam no prestígio de produtores de conteúdo para fazer aumentar seu volume de vendas. O valor de mercado da companhia e a sua reputação perante os consumidores podem aumentar com a menção das marcas em perfis com alto engajamento, mesmo que um produto ou serviço não seja vendido de maneira direta.

Para os influenciadores, a negociação significa retorno financeiro proporcional a seu número de seguidores e ao potencial de engajamento. Personalidades da internet com mais inscritos tendem a receber mais, porém, não é necessário ser acompanhado por milhões de usuários para gerar renda. O campo de trabalho para microinfluenciadores – com 10 mil a 100 mil seguidores – está aberto.

Crie uma conta comercial e busque oportunidades

Para faturar com o Instagram, é importante ter uma conta comercial. Esse tipo de perfil oferece estatísticas que possibilitam mensurar o desempenho das atividades. Além disso, a ferramenta dá meios facilitadores para os usuários encontrarem informações sobre empresas parceiras mais facilmente.

Os dados de desempenho do perfil ajudam a identificar público alvo, melhor horários, temas mais relevantes e tipo de mídia que mais funciona para os seguidores de determinado perfil. Isso ajuda a orientar melhor a produção de conteúdo, a fim de obter mais engajamento, o que significa mais seguidores.

Com o engajamento fluindo, é possível buscar parcerias com marcas. Influenciadores principiantes podem contar com sites especializados em auxiliar o contato com as empresas. Depois dos passos iniciais, conforme o perfil cresce, pode-se estabelecer conexão direta com as companhias, o que aumenta as chances de fechar acordos.

Para não infringir o Código de Defesa do Consumidor e não sofrer penalidades legais diante do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), é preciso que o perfil avise aos seguidores quando uma postagem for propaganda.

Anúncios no IGTV e selos durante lives

Os vídeos do IGTV podem ser monetizados por meio de anúncios. O Instagram repassa para o influencer 55% da receita obtida com as visualizações de determinado anúncio em um vídeo longo. O Youtube, que inspira mudanças nas políticas de vídeos do Instagram, já remunera criadores de conteúdo de forma semelhante, por meio do Adsense.

Outra forma de ganhar dinheiro no Instagram é através de selos em transmissões ao vivo. Nessa categoria, os seguidores compram selos que tornam seus comentários em lives de influenciadores mais visíveis. Parte do valor pago pelos seguidores é revertida para o criador de conteúdo.

Para incentivar que mais seguidores adquiram selos, o influenciador deve agradecer pelo apoio ao vivo, mencionar o nome da pessoa, enviar mensagens diretas ou marcar em stories. A ideia é que, na busca por esses benefícios, outros seguidores mostrem interesse em também adquirir selos e aumentar o faturamento do influencer.

Considerações finais

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe da Experta Media para o Blog Gauchaweb.

Gostou do nosso conteúdo sobre como o Instagram pode render dinheiro? Então compartilhe ele em suas redes sociais. Se você precisa iniciar um site, blog ou comércio eletrônico, solicite orçamento enviando uma mensagem ou ligue (51) 99537-9296 ( VIVO / Whatsapp ). Siga Gauchaweb no Facebook ou e Gauchaweb no Instagram.

Deixe um comentário