Dicas certeiras para economizar nas compras on-line

Além dos clássicos cupons de desconto, também é possível obter economia ao comparar preços e aproveitar liquidações

Andar de loja em loja para fazer as compras já foi um hábito comum no dia a dia dos brasileiros. Com o passar dos anos, a internet tem se consolidado como um dos espaços favoritos para adquirir produtos e serviços, como aponta a pesquisa da empresa de inteligência Neotrust.

No primeiro trimestre de 2022, o e-commerce brasileiro apresentou uma alta no número de pedidos e alcançou a marca de 89,7 milhões, o que representou um aumento de 14% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Os motivos para a preferência pelos e-commerces os queridinhos são variados, mas entre eles estão a otimização do tempo e a economia de dinheiro. Itens que custam caro em lojas físicas, por exemplo, podem ser adquiridos pela metade do preço com apenas alguns cliques.

No entanto, economizar comprando on-line demanda conhecimento. Para ajudar os brasileiros, a Proteste reuniu algumas orientações essenciais para quem deseja pagar mais barato nessa modalidade.

Uma das dicas citadas pelo órgão é o uso de códigos promocionais, como o cupom de desconto Americanas, visto que eles podem abater uma parcela significativa do valor da compra. Além disso, é indicado usar a internet para comparar preços e aproveitar promoções.

Busque cupons de desconto

Os cupons são os favoritos de quem costuma fazer compras na internet. Em linhas gerais, eles são códigos promocionais que dão desconto ao realizar uma compra on-line. Para utilizá-los os consumidores precisam inseri-los nos espaços indicados, durante o processo de pagamento.

Os cupons podem ser variados e oferecer economias em valores específicos, como R$ 20, ou em porcentagem. Os descontos costumam ser oferecidos em primeiras compras, épocas sazonais – Dia dos Namorados, Black Friday e Natal, por exemplo – e também para disponibilizar aos consumidores o frete grátis.

Segundo a Proteste, essa é uma das formas básicas para obter economia em compras on-line. No entanto, o órgão orienta que, antes de utilizar qualquer código promocional em um site na internet, o comprador deve se atentar às regras para não se decepcionar. Isso porque alguns cupons de desconto têm exigências para uso, como validade e também exclusividade para pedidos de um determinado valor.

Cabe ressaltar que muitos e-commerces disponibilizam os códigos promocionais em banners de destaque na home do site. Além disso, há plataformas específicas que reúnem os principais cupons de desconto para otimizar o processo de compra.

Compare os preços

Outra dica destacada pela Proteste é a pesquisa de preços antes de realizar uma compra on-line. Ao navegar na internet é possível ver um mesmo produto com vários preços. Nessa busca, vale a pena analisar os valores adicionais como frete e montagem dos produtos, além de variações referentes às condições de pagamento.

É possível realizar essa comparação de forma manual com uma busca no Google, por exemplo, ou ainda utilizar plataformas próprias que otimizam o processo. Nesses sites, há a possibilidade de criar alerta com faixas de preços para determinado produto e receber notificações diretamente pelo e-mail.

Aproveite as liquidações

As liquidações também podem oferecer economias para o bolso, segundo a Proteste. Em datas comemorativas, as lojas costumam apresentar valores promocionais nos produtos e ajudam a tirar do papel o desejo por algum item que custa mais caro.

Além dessas datas que abrangem todo o país, há também momentos específicos para cada loja, como aniversários ou liquidações próprias. Para não perder as oportunidades, a Proteste indica atualizar o cadastro no site para receber notificações por e-mail sempre que a loja estiver em um momento especial.

Mantenha atenção à segurança dos sites

Economizar nas compras é sempre bom, no entanto, é preciso fazer isso tendo atenção à segurança dos próprios dados. A Proteste ressalta que alguns sites podem conter anúncios fraudulentos, com intuito de chamar a atenção e aplicar golpes.

Sendo assim, antes de realizar qualquer compra é preciso analisar o site escolhido. Segundo o órgão, para se certificar de que o e-commerce é seguro, é preciso buscar pelo CNPJ da loja e desconfiar de ofertas com preços muito reduzidos. Vale a pena, ainda, verificar as formas de pagamento aceitas no site e suspeitar caso existam poucas.

A Proteste sugere também consultar se há reclamações de outros consumidores na internet e buscar pelo registro da empresa no site da Receita Federal. Se a busca apresentar descrição “baixada” ou “cancelada”, a orientação é desistir da compra.

Considerações finais

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe da Luiz Affonso Mehl para o Blog Gauchaweb.

Gostou do nosso conteúdo com dicas para economizar nas compras on-line? Então compartilhe ele em suas redes sociais. Se você precisa iniciar um site, blog ou comércio eletrônico, solicite orçamento enviando uma mensagem ou ligue (51) 99537-9296 ( VIVO / Whatsapp ). Siga Gauchaweb no Facebook ou e Gauchaweb no Instagram.

Imagem: Thought Catalog on Unsplash

Open chat
Precisa de um site?
Gauchaweb
Olá!
Precisa de um site, blog ou loja virtual?
Fale comigo agora...