Carreira de desenvolvedor full stack é promissora no setor de tecnologia

Presença do profissional é cada vez mais fundamental em instituições, governos e empresas

O desenvolvedor é um dos profissionais mais requisitados no mercado de trabalho atualmente. De acordo com o Banco Mundial, até 2024 mais de 420 mil novos postos devem ser criados na área de Tecnologia da Informação (TI) — este também um dos setores que mais cresce no Brasil e no mundo.

Responsável por criar, desenvolver e fazer a manutenção de softwares, o desenvolvedor trabalha com mecanismos que podem integrar programas para uso pessoal ou empresarial.

Dentre suas competências, a atuação do desenvolvedor requer o uso e a aplicação de diferentes linguagens. CSS, por exemplo, é uma linguagem de estilo que exige o trabalho desse profissional. Além dela, Javascript, Python, TypeScript e PHP também devem integrar suas competências.

Também fazem parte do rol de atuação redes sociais, aplicativos, websites, sistemas operacionais e outros dispositivos.

Devido ao seu trabalho estar diretamente ligado à tecnologia e à internet, a busca por esses especialistas pode ser justificada pela sua presença cada vez mais necessária em instituições, governos e empresas. Isso porque os setores estão inseridos nas mais diversas atividades econômicas de forma ampla e central.

Em meio ao cenário promissor, o salário de um programador destaca-se entre os mais altos. 


Especialidades do desenvolvedor

Investir em formação de nível superior e atualizar-se por meio de cursos, fóruns e eventos é primordial para quem deseja ingressar na área ou se manter competitivo no mercado.

O profissional pode atuar em três frentes principais dentro do universo da programação: front-end, back-end e full-stack. Compreender as particularidades de cada uma dessas especialidades é importante, pois elas geram impactos no salário.

O programador front-end é o responsável por programar a parte que fica visível para o usuário. Isso engloba tudo aquilo que é possível ver e interagir em uma aplicação.

Já o back-end cuida do que acontece nos “bastidores” de um sistema para que ele funcione da maneira correta. Nesse caso, ele trabalha nos bancos de dados, arquitetura de sites e scripts, aplicativos e softwares.

O programador full-stack, por fim, integra um perfil mais generalista, reunindo habilidades técnicas para atuar em ambas as pontas do desenvolvimento, ou seja, tanto no front-end como no back-end.


Média salarial

Com o objetivo de obter a maior amostragem possível sobre o mercado de trabalho para programadores brasileiros, o canal Código Fonte TV realizou a Pesquisa Salarial de Programadores 2022.

Os dados foram coletados entre dezembro de 2021 e março de 2022 e contou com a participação de mais de 11 mil profissionais. O retrato sobre a média salarial do desenvolvedor foi traçado de acordo com o nível de cada profissional.

Segundo o levantamento, um programador júnior ganha uma média salarial de R$ 3.658,92. Esse profissional está começando o seu percurso na área e, portanto, conta com a experiência mínima necessária para desempenhar funções de programação consideradas básicas.

Um profissional pleno, que atua na área há pelo menos cinco anos e tem experiência em projetos variados, recebe uma média de R$ 7.387,42. Geralmente, esse programador já se sente pronto para pegar projetos mais desafiadores e individualistas.

Já o sênior conta com uma faixa salarial de R$ 14.399,46. Com esse nível, o especialista conta com mais de oito anos de experiência e um conhecimento profundo sobre o ramo. Além disso, está capacitado a delegar tarefas e desenvolver novos talentos.

Vale ressaltar que a remuneração do desenvolvedor muda conforme algumas variáveis, como nível de senioridade, especialidade e, até mesmo, localização geográfica da companhia em que trabalha. Sendo assim, o salário pode ser maior ou menor que a média estipulada.


Considerações finais

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe da Luiz Affonso Mehl para o Blog Gauchaweb.

Gostou do nosso conteúdo com dicas sobre a carreira de desenvolvedor full stack? Então compartilhe ele em suas redes sociais. Se você precisa iniciar um site, blog ou comércio eletrônico, solicite orçamento enviando uma mensagem ou ligue (51) 99537-9296 ( VIVO / Whatsapp ). Siga Gauchaweb no Facebook ou e Gauchaweb no Instagram.

Foto: Christina Morillo/Pexels

Open chat
Precisa de um site?
Gauchaweb
Olá!
Precisa de um site, blog ou loja virtual?
Fale comigo agora...