10 dicas e atalhos para você criar seu blog

Algumas dicas e atalhos importantes para você começar a criar seu blog, inclusive monetizado, hoje mesmo!

Criar o seu blog pode parecer uma tarefa fácil quando entramos no Google e encontramos tantos resultados oferecendo plataformas grátis e planos de hospedagem com valores mínimos, mas nem sempre, ou quase nunca, o fácil e barato será a melhor opção.

Após 16 anos estudando e aperfeiçoando meu web design, posso dizer que meu grande momento nessa profissão é agora, já que consegui entender muito de como um blog é poderoso, dado o devido cuidado ao seu SEO, a escolha do nicho certo e o acompanhamento correto das evoluções da internet.

Recentemente tenho desenvolvido muitos blogs, de diversos segmentos do mercado, como comportamento, pesca esportiva, avaliação de produtos, culinária, desentupimento de esgoto em Niterói / RJ, serviços ambientais, tecnologia e até mesmo maquiagem profissional. Mas como pode uma mesma pessoa escrever sobre tantos assuntos e ainda assim obter algum resultado de tráfego e engajamento? A resposta será dada na dica número 1 desta publicação, e eu a considero uma das dicas úteis desse artigo que é mais importante:

1. Leia, estude e entenda o tema escolhido para seu blog / post

leia

Um bom escritor terá sempre muita vantagem ao escrever seus artigos em um blog se for um bom e assíduo leitor. E isso não é uma questão de escolha, na minha opinião. Se você lê, notícias, outros blogs, jornais, revistas, seja o que for, sempre estará renovando sua base de conhecimento e aumentando seu repertório como escritor.

Segundo o Blog Imagine sim, a leitura é uma grande aliada na boa escrita e ainda dá a dica que se você não escreve tão bem, aprenda com quem sabe. Para a autora Brenna Carvalho, ter o hábito da leitura significa ter facilidade e aptidão em interpretar textos de apoio, e utilizá-los adequadamente como material auxiliar na hora de escrever.

Se você tem um nicho específico essa tarefa fica ainda mais facilitada, já que você pode criar uma lista de blogs / autores para se inspirar e conhecer mais sobre um determinado assunto.

2. Escolha uma hospedagem bem avaliada antes de criar seu blog

Há infinitas possibilidades quando se trata de empresas de hospedagem, mas você poderá encontrar uma infinidade de artigos avaliando as melhores empresas desse segmento. Isso poderá facilitar a sua vida te conectando com uma empresa realmente excelente em serviços de hospedagem.

Eu particularmente recomendo duas empresas pelas quais venho desenvolvendo os meus sites de clientes e blogs ao longo da minha carreira. A Homehost e a Hostgator. São empresas que estão há muito tempo no mercado, oferecem planos diversificados e com valores competitivos e ainda dão um bom suporte. Você também irá precisar escolher um plano inicial, e eu nunca recomendo o mais barato pois se o seu blog tiver um crescimento constante, em breve seu plano estará fraco para o tráfego gerado e seu site poderá ter problemas. Pense sempre em planos médios para cima!

3. Escolha uma plataforma amigável com o Google

google

A escolha da plataforma ou CMS terá grande impacto no sucesso ao criar seu blog, visto que esta deve ser amigável com motores de busca em um nível avançado, principalmente com o Google. Algumas plataformas de blogs grátis até possuem algumas configurações de SEO que podem ajudar a otimizar seu blog, porém na minha opinião, WordPress ainda é o que há de melhor para desenvolver blogs otimizados e com bom desempenho nas pesquisas orgânicas.

Além de ser uma plataforma Opensource, o WordPress possui uma grande infinidade de plug-ins de destaque como o Yoast (plug-in de otimização SEO reconhecido como um dos melhores para Worpress) e o Google Site Kit (plug-in oficial do Google para integrar seu site principalmente ao Google Analytics e ao Google Webmaster Search Console.

Se você não tem ideia de como iniciar um blog, clique aqui e conheça nossa solução em desenvolvimento de blogs profissionais.

4. Utilize plug-ins adequados e necessários

A escolha dos plug-ins certos fará muita diferença não somente na composição do seu blog como também no “peso” que este blog terá para carregar, então muito cuidado para não sair instalando muitos plug-ins. Seja certeiro nessa escolha e tenha em mente o que realmente é essencial. Lembre-se que a experiência do usuário é muito importante para que um blog tenha sucesso e esses leitores voltem no futuro. Ninguém quer manter leituras regulares em um blog pesado e cheio de “fru-frus”.

Estes são os 5 principais plug-ins que recomendo como básicos para qualquer blog:

  • Yoast – Plug-in de otimização SEO
  • Join Chat – Plug-in de Whatsapp
  • Google Site Kit – Plug-in de sincronização com serviços Google
  • Accelerated Mobile Pages (AMP) – Plug-in para obter páginas AMP no seu blog.
  • AddToAny – Plug-in de botões de compartilhamento com redes sociais

5. Como um blog impulsiona negócios?

negócios

Quando você tem uma empresa, como uma desentupidora de esgoto por exemplo, um blog com conteúdo relevante ao segmento de atuação terá grande importância na construção de um público correto.

Para que isso tenha resultados positivos na prática, você precisará estabelecer uma rotina escrevendo novos conteúdos. Esses conteúdos poderão ser dicas, notícias, novidades e até mesmo tutoriais que ajudarão seus leitores / clientes a prevenir ou solucionar problemas, encontrar soluções e produtos adequados, obter mais conhecimento sobre o seu tema proposto entre outras utilidades.

Escolha temas úteis aos seus leitores / clientes e crie links no texto com direcionamentos para páginas internas dos serviços. Isso irá facilitar o acesso ao seu site de uma forma dinâmica e objetiva.

6. Utilize o Google Trends

As tendências do Google ou Google Trends é uma base de informações muito útil para a criação de um blog, seja ele de conteúdo diversificado ou mesmo de algum ramo específico como serviços de limpeza industrial ou manutenção em condomínios.

Com essa ferramenta, você pode realizar uma busca com palavras chave ligadas ao seu assunto e entender melhor como as pessoas estão interagindo com ele na pesquisa Google. Através desses resultados você poderá criar títulos e escolher tópicos para seus artigos de acordo com o que está em alta no momento.

7. Compartilhe os links nas redes sociais

redes sociais

Algumas redes sociais tem grande potencial para compartilhamento de links, como os feeds do Facebook e do Twitter além dos stories do Instagram. Então você pode criar perfis do seu blog nessas redes e angariar seguidores interessados no seu conteúdo postando links dos seus artigos.

Essa prática, depois de algum tempo, poderá ser responsável por uma boa parte das suas visitas no blog. Mas lembre-se de não sobrecarregar seus perfis com artigos repetidos para não espantar seus usuários e seguidores que são cada vez mais exigentes por uma boa experiência online. Procure mesclar seu conteúdo de redes sociais entre seus artigos, fotos e vídeos que estão em alta em 2022.

8. Analise seus dados e crie estratégias

Uma das estratégias básicas e extremamente importantes na administração de um blog é a análise de dados de tráfego do site. Essa análise pode ser feita através de duas ferramentas gratuitas que o próprio Google oferece: o Google Analytics e o Google Search Console.

Entretanto, você precisa conhecer pelo menos as funções básicas dessas ferramentas para que sua análise possa desenrolar e esses dados lhe sirvam como trunfo em sua estratégia de marketing. Informações demográficas, indicadores, perfis dos usuários e páginas mais acessadas são algumas das importantes informações que você terá acesso nessas duas ferramentas incríveis.

Levando em consideração outra ferramenta fora do Google, você poderá utilizar o painel de webmasters do Bing e também ferramentas pagas como MOZ e Neil Patel. Essas duas últimas ferramentas analisam o seu site e também os sites dos seus concorrentes.

9. Criar um blog leve deve ser considerado

blog leve

A internet atualmente está muito veloz, no entanto isso não é um sinal verde para você encher seu site de scripts, imagens pesadas e vídeos inacabáveis. Tenha em mente que o usuário atual não tem tempo nem paciência para um site pesado então faça algo light e terá muito mais retorno de seus leitores.

Além disso, lembre-se que estamos no momento do móvel, com smartphones e tablets em alta, portanto seu site será lido mais vezes em dispositivos com internet 3G, 4G ou 5G e para que ele carregue rapidamente é preciso um pouco de leveza em seu conteúdo.

Após a conclusão da base inicial do seu blog, faça um teste gratuito no Google Speed Insights para medir a velocidade de carregamento das versões PC e Móvel do seu site.

10. Por fim, vamos a monetização

O ápice de qualquer administrador de blog pode ser resumido em duas metas principais atingidas: tráfego orgânico constante e crescente e monetização regular. Mas para isso, não pense que você terá uma vida fácil, porém não é algo impossível de fazer. Seguindo as 9 dicas anteriores, provavelmente em alguns meses você verá algum resultado em seu blog.

Se você atingir um patamar de visitantes no seu blog onde possa incluir anúncios e links de indicação, faça-o, mas com moderação. Ferramentas como Google Adsense, The Moneytizer e SocialSoul poderão te oferecer boas opções de monetização. Para saber mais sobre como monetizar seu blog, clique aqui.

Considerações finais

A produção de um blog pode ser realizada por pessoas com conhecimento médio ou avançado em web design, mas se você não estiver seguro para realizar essa criação sozinho(a), esteja livre para entrar em contato conosco e solicitar um orçamento desse serviço. Criar um blog pode ser a sua porta de entrada para um mundo totalmente novo e imenso de conteúdo e engajamento.

Gostou dessas 10 dicas e atalhos para criar seu blog? Então compartilhe ele em suas redes sociais. Se você precisa iniciar um site, blog ou comércio eletrônico, solicite orçamento enviando uma mensagem ou ligue (51) 99537-9296 ( VIVO / Whatsapp ). Siga Gauchaweb no Facebook ou e Gauchaweb no Instagram.

Deixe um comentário

Open chat
Precisa de um site?
Gauchaweb
Olá!
Precisa de um site, blog ou loja virtual?
Fale comigo agora...